Imagem
Uma das características mais presentes na chamada geração Y, de uma forma geral, é a competitividade. Herdamos dos nossos pais o desejo de não deixar passar as oportunidades e buscar o sucesso profissional a todo custo, nem que para isso outras pessoas tenham que ficar para trás. A era dos concursos, interrompida este ano, foi o ápice da sanha competitiva dos candidatos que almejam uma vaga de emprego estável, o famoso ‘lugar ao sol’. Na esfera privada, no entanto, a característica profissional mais bem vista nos últimos anos é a cooperatividade. O profissional desapegado, mais interessado no crescimento coletivo do que no establishment social e profissional, semeador de um bom ambiente de trabalho e camarada de todos é mais interessante para muitas empresas ou setores do que o enjoado que vê nos colegas potenciais inimigos ou obstáculos a serem derrubados. 

O dilema entre ser competitivo ou cooperativo no ambiente de trabalho difere de cada circunstância. A competição estimula o crescimento. E a cooperação? Não teria o mesmo efeito? Atualmente, as empresas estão muito focadas no desempenho de equipes ou no valor que cada indivíduo pode agregar para uma organização, por isso, a palavra cooperação parece ter melhor impacto.

Uma reflexão mais elaborada sobre o assunto nos traz a seguinte questão: o profissional que conquista bons resultados para si não prejudica o resto da equipe ou até mesmo a empresa? A competitividade envolve diretamente a disputa que pode querer ser alcançada a qualquer preço.

Não são apenas os resultados que importam. Uma empresa com boa gestão de pessoas foca também na qualidade de seu capital humano, o retorno que o trabalho está oferecendo para suas vidas e no desenvolvimento de talentos para que assim, despertos, possam ser reconhecidos em forma de promoções, bônus ou qualquer outra forma de recompensa.

O estímulo aos talentos pode gerar certa competitividade, mas a postura de profissional competitivo só é saudável quando ele não passa por cima de seus próprios valores. O limite dos colegas de trabalho deve ser respeitado para se alcançar os objetivos. E cooperação é o melhor caminho. 
 


Comments




Leave a Reply