Imagem
Quais os ingredientes necessários para fazer desta uma receita de sucesso?

Em primeiro lugar, o olhar atento de um líder consciente e conhecedor de si próprio...  De si próprio? Não deveria ser do outro?

Pois é, esta é a ideia! Como conhecer bem o outro se não conhecer primeiro a si próprio? Antes de ser capaz de focar na formação de uma equipe, é necessário compreender a sua própria forma de operar.

O ato de transformar um grupo de pessoas em um time ou equipe” se dá quando cada um conhece a sua própria forma de atuação – sua zona de conforto produtiva –, suas habilidades naturais e forma construtiva de operar, bem como os fatos e gatilhos que afetam o seu bom funcionamento. Isto é o que chamamos de “conhecer-se a si próprio”, o tal doautoconhecimento e da prática de diagnosticar e resolver os conflitos do seu dia a dia.

Pronto, os primeiros ingredientes estão em mãos. E agora? O que mais é necessário para construir um time realmente alinhado e produtivo?

Competência técnica, com multiplicidade de conhecimentos, experiências, ideias e conceitos;

Ter valores comuns quanto à VISÃOOBJETIVOSMETAS e MISSÃO dentro da corporação, levando cada um a um alto grau de comprometimento e sentido doSER e FAZER.

Some-se a isso: regras, expectativas, planos e metas muito claras, bem traçadas e extremamente bem comunicadas;

Remuneração adequada e valorização do profissional com uma visão “ganha-ganha” – se seu colaborador ganha e sente-se satisfeito e valorizado, o seu empreendimento também ganha.

Agora, de quem é a mão que mexe todos estes ingredientes, no ritmo certo, observando o ponto exato da mistura para um resultado de excelência?

Do Líder, é claro, e é por isso que as lideranças bem preparadas são fundamentais em qualquer tipo de organização. São seus aspectos:

Desde um processo seletivo bem feito, baseado em um claro desenho das funções, de acordo com a estratégia e objetivos de desenvolvimento da organização ...

... Até a capacidade do líder de trazer para a equipe o espírito de comprometimento baseado em cada um dentro daquilo que FAZ e É.

Para isso, é necessário que este líder já tenha aprendido a lidar com suas vaidades e possa atuar com simplicidade, humildade e um firme senso agregador. Como? Sabendo enxergar o melhor de cada membro do time e dando-lhe o poder para tornar-se cada dia mais forte e confiante em suas competências e habilidades.

A confiança em si e a certeza de que olhos à sua volta buscam pelo melhor é o que traz a tranquilidade ao profissional para entregar-se ao processo com honestidade, dedicação, transparência e vontade de desempenhar e superar.

A firmeza do líder tem que ser amorosa, bem intencionada e desprovida de vaidade. Do contrário, fará sombra no time ao invés de iluminá-lo.

O Líder servidor, capaz de criar e influenciar uma equipe produtiva, é aquele que deixa marcas profundas e saudáveis em seus seguidores. É aquele que sabe valorizar e reforçar os comportamentos certos – de dedicação, de desempenho acima do esperado, de ações embasadas no comprometimento e da geração de resultados sólidos – demonstrando que se importa realmente com as pessoas, que sabe ouvi-las, respeitá-las e guiá-las com sabedoria. É um líder com capacidade de desafiar o time de forma positiva e bem estruturada, fazendo-os sentirem-se motivados a buscar a autossuperação.

A admiração e o respeito de um time pelo seu Líder e sua visão congruente com os valores da organização fazem com que cada um se empenhe nesta busca da superação, até mesmo como forma de reconhecimento e admiração por aquele que lhes inspira e apoia!

Este é o espírito de uma equipe produtiva e um time de excelência! 
 


Comments




Leave a Reply